OS ERROS QUE ESTÃO ATRAPALHANDO SEU PONTO DE VENDA!

O ponto de venda (PDV) é um estabelecimento comercial que vende um produto ou serviço para o público. Manter um bom PDV envolve o ambiente, a marca, uso do espaço no local, a  forma de abordar e atrair os clientes, enfim, o desenho de todo o cenário para atender ao consumidor.

Entretanto, muitas empresas cometem muitos erros na organização do ponto de venda, o que pode gerar incômodo e desconforto ou mesmo deixar de atrair o cliente. Assim, um PDV mal gerenciado leva a uma grande queda nos negócios.

Quer conhecer os principais erros que você deve evitar no seu ponto de venda? Confira agora!

1. Gondola pouco atraente no seu PDV, e ruptura 

Não ter cuidado ao planejar a Gondola é um erro fatal. Isso porque é a gondola que causa a impressão boa sobre o seu ponto de venda. Cores excessivas ou desarmônicas, desorganização, falta de estratégia na escolha dos produtos expostos acabam fazendo as pessoas ignorarem o negócio ou se afastarem de sua loja. Outro grande problema é quando o comércio não atualiza e não recoloca os produtos, deixando os mesmos produtos lá, parados por muito tempo e com ruptura.

2. Falta de iluminação no seu ponto de venda

Pouca iluminação pode trazer uma impressão sombria, tristonha e pouco acolhedora para o cliente. Muitas pessoas inclusive ficam de mau humor em locais escuros. Além de que a falta de luz passa uma imagem negativa, fazendo o lugar parecer obscuro e até mesmo perigoso.

Você deve iluminar bem o ambiente como um todo, lembrando-se de que as lâmpadas podem ser usadas de forma até estratégica, dando um grande foco em peças mais atraentes. E lembre-se que toda a loja deve ser bem clara, desde a vitrine até as áreas que são frequentadas apenas pelos colaboradores.

3. Má disposição dos produtos na loja

A forma como os produtos são posicionados na loja também influencia muito em como o cliente vai consumir. Deixar os artigos de forma desordenada, sem lógica ou sem clareza sobre as seções pode deixar o cliente confuso e até levá-lo a desistir da compra.

A disposição dos produtos é uma importante estratégia de venda. Deixar avisos claros sobre o início de seções (por exemplo, em um supermercado, haver placas para a seção de laticínios, de hortifruti, cereais, entre outras), pode orientar bem o cliente, evitando que ele perca tempo pelos corredores procurando algum produto. Isso evita aborrecimentos e otimiza o tempo de compra.

4. Ignorar os Sentidos do Cliente

Sons, imagens, odores. Enfim, todos os sentidos do consumidor são estimulados assim que ele entra no seu PDV. Cada detalhe pode fazer a diferença nessa hora. Um local muito quente, por exemplo, gera a inquietação e desconforto. Uma música desagradável pode ser a gota d’água para que o cliente deixe a loja. Enfim, o lojista que ignorar os sentidos do cliente pode perder vendas sem nem perceber.

O ideal é que você conheça bem o seu público para trabalhar nos sentidos da melhor forma possível. Uma loja de roupas femininas, por exemplo, pode contar com um ambiente mais perfumado e discreto, por exemplo. Por outro lado, uma loja de instrumentos musicais deve colocar um som ambiente apropriado. Todos os detalhes podem fazer a diferença!

5. Não pensar Nos melhores Pontos de Venda ou Hot Spot

Quando o cliente entra na sua loja, ele costuma se mover de maneira intuitiva. No entanto, alguns gestores ainda desconsideram o comportamento do consumidor, posicionando os produtos de maneira aleatória. Alguns desses pontos são chamados de Hot Spots, ou, em português, pontos quentes. São locais de fácil acesso, que podem estimular as compras e chamar a atenção para os produtos desejados pelo lojista.

Alguns pontos importantes são a entrada, local onde o gestor deve posicionar produtos estratégicos, como lançamentos, promoções, entre outros, e o caixa, destinado às lembrancinhas, utensílios e produtos mais baratos.

6. Excesso de um mesmo produto em exposição

Não querer que faltem produtos em exposição nas lojas é uma preocupação muito comum. Mas a resposta para isso, definitivamente, não é encher as prateleiras com um mesmo produto, principalmente se ele estiver em promoção. 

Uma das impressões que o consumidor pode ter com esse clássico erro é imaginar que o produto está próximo da data de validade ou defeituoso.

Como organizar o seu ponto de venda?

Organizar o ponto de venda de forma estratégica é fundamental para manter o bom desempenho do negócio. Erros na organização do PDV podem dificultar a atração de clientes e enfraquecer as vendas. Sejam falhas no conforto e estética do ambiente, na inadequação ao público-alvo, na má organização da vitrine ou em uma capacitação insuficiente do profissional, a empresa acaba tendo grandes prejuízos.

Para ter um bom ponto de venda, é fundamental elaborar os processos, as estratégias de venda e a decoração direcionados para o público-alvo. Além disso, é importante investir em um ambiente agradável, fresco e organizado. Procure também dar treinamentos para os colaboradores, para que eles ofereçam o melhor atendimento para o cliente.

Quer continuar acompanhando os posts aqui do blog? Então, aproveite e assine nossa newsletter agora mesmo e fique por dentro das novidades! Basta fazer o seu cadastro aqui embaixo!